Últimas Notícias

Integrante do IFFSC em intercâmbio na Inglaterra: um relato das atividades desenvolvidas

Segunda, 30 Março 2020

O Eng. Florestal Msc. Daniel Augusto da Silva, integrante da equipe científica do IFFSC, realizou um estágio de intercâmbio de seis meses na Universidade de Newcastle, na Inglaterra, com bolsa do programa PDSE-CAPES e no âmbito de sua pesquisa de doutorado. Daniel está em seu terceiro ano de doutorado, pelo programa de pós-graduação em Eng. Ambiental, da Universidade Regional de Blumenau. Ele retornou ao Brasil no dia 21 de março, após concluir as etapas previstas no seu plano de trabalho.


Leia abaixo o relato do Daniel sobre as atividades desenvolvidas durante o intercâmbio:

Daniel em frente à Universidade de Newcastle, Inglaterra

Durante o período de 07/10/19 e 20/03/2020 estive trabalhando juntamente com a pesquisadora Dr. Marion Pfeifer no grupo de pesquisa Modeling Evidence and Policy (MEP) na Universidade de Newcastle, em Newcastle Upon Tyne, UK. O objetivo do intercâmbio (bolsa PDSE-Capes) era aprender novas técnicas de modelagem ambiental utilizando dados especializados e definir objetivos e técnicas de análises para todos os capítulos da tese, aproveitando a vasta experiência da Dr. Pfeifer e demais pesquisadores do MEP. Meu projeto aborda a estrutura do dossel da floresta, principalmente o Índice de Área Foliar (IAF) e fechamento do dossel (FCover) e tem como objetivo entender quais fatores internos e externos influenciam estas variáveis e qual a relação dessas variáveis com a conservação e restauração florestal. Minha primeira e principal atividade junto ao MEP foi desenvolver a hipótese e análises para descrever fatores externos que interferem nos valores de IAF observados nas unidades amostrais do IFFSC.

Fig. 1 - Hipótese gráfica desenvolvida em parceria com pesquisadores do MEP

Juntamente com os pesquisadores Dr. Steven Rushton e Dr. ZarahPattison eu e Dr. Pfeifer desenvolvemos a hipótese de trabalho de forma gráfica (Fig. 1), à qual aplicamos a técnica Structural Equation Modeling (SEM), que nos permite identificar as influencias diretas e indiretas dos variáveis descritoras sobre umas às outras e sobre a variável resposta.

Os fatores externos foram definidos de acordo com revisão bibliográfica e nosso conhecimento empírico do local de estudos. A utilização da técnica de SEM nos permitiu identificar complexas relações entre fatores ambientais e atividades humanas, como concentrações urbanas e plantios agrícolas. A proximidade à borda da floresta foi o principal fator influenciando diretamente os valores de IAF, e, por sua vez, sofreu forte influenciadas áreas agrícolas e proximidade a áreas urbanas. O artigo referente a esse estudo está em fase de finalização para ser publicado ainda no primeiro semestre de 2020. A segunda atividade desenvolvida na Universidade de Newcastle, foi o desenvolvimento de um algoritmo que permite extrapolar os valores de IAF medidos nas unidades amostrais do IFFSC para toda a cobertura florestal de Santa Catarina, utilizando dados espectrais do sensor espacial Landsat 8 OLI. Para tanto utilizamos a técnica de inteligência artificial randomforest, implementada na plataforma Google Earth Engine. O objetivo desse estudo é, a partir do mapa estadual de IAF, da relação entre IAF e biomassa e da grande disponibilidade de imagens Landsat OLI, identificar áreas com desmatamento ou corte seletivo utilizando séries temporais. Finalmente, foi consolidada a colaboração entre o IFFSC e o Global LAI Project, base de dados global de valores de IAF e FCover coordenado pela Dr. Pfeifer. Aproveitando a base de dados iremos realizar um estudo avaliando as forçantes ambientais em escala Pantropical utilizando SEM’s como ferramenta de modelagem. Além do mais, objetivos e metodologias foram traçados para mais dois capítulos da tese, envolvendo a relação entre estrutura do dossel e o nível de maturidade e conservação da floresta em um e a influencia da estrutura do dossel, em especial o fechamento (FCover), na regeneração natural da floresta e potencialmente em projetos de restauração.”